10 de nov de 2009

"I´D RATHER GO NAKED, THEN WEAR FUR!"


- SIM, OUI, YES!!!


Aonde que griffes tais como YSL, Chanel, Dior, Levi´s, GAP, DASPÚ e Orêia Sêca Féxom Uér & afins, não conseguem se estabelecer, nem que queiram ?
Quando a mulher quer ficar núa!

Só uma Praia de Nudismo ou a Arquitetura, como testemunhas.
(E com quem ela junto estiver, é claro! )




Toda a produção industrial do mundo fashion, todas as centenas de milhões de Tállers em revistas e canais de TV e passarelas e fotógrafos e editoras e gráficas e modelos e filmes, valem NADA, ZERO, NIENTE, diante de uma mulher sublime e devastadoramente NUA.

NUAZINHA DA SILVA!


EM PÊLO!

O que vale a dica para os Habitantes do Planeta Terra:

Mesmo com tantas roupagens e equipagens, no fundo, as precisamos núas, aquecidas, disponíveis.

É assim que se formam familias bacanas e geramos filhos bacanas, prá encher esse mesmo planeta de gente bacana.

Ou pelo menos, nos divertimos um bocado, nos conhecendo com intimidade e cumplicidade.

Nota DUZENTOS ao sequenciamente da campanha "I´d Rather Go Naked Then Wear Fur"., promovida pela PETA, uma Associação de Defesa aos Animais (formerly "People For Ethical Treatment Of Animals).

Algo exatamente traduzido como:

"EU PREFIRO FICAR NÚA, À VESTIR UM CASACO DE PELES"



(Mesmo muitas mulheres tendo por sonhos sensuais, sentirem-se, núas, sob um denso casaco de peles, mulheres tropicais, inclusas.)

Mas também, do "nosso lado", sugiro uma campanha análoga:

"WE, MEN, PREFFER YOU NAKED

THEN WEAR FASHION LOOKS ! "

Bem mais elegante que uma t-shirt escrito:

"FUCK THE FASHION SYSTEM" ... ;)

Mas, tá, tudo bem, vai ?


 Descontanto o derriére mais absolutamente es-pe-ta-cu-lar da espécie humana, engastado numa espetacular Eva Mendes, MEIN GOTH!

Para que diabos, uma Segunda Pele ? 


 Algum cara aí, já conseguiu imaginar uma brasileiríssima Juliana Paes.... VESTIDA???


Deixe esse fetiche de Casaco de Peles, com as Prostitutas Caras, em fotos com réplicas "fake" baratas...


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Capriche. Não curto Anônimos, mas costumo perdoar os Covardes. (Às vezes, me sinto covarde, então...)